[Resenha] Coração de Tinta

sexta-feira, 29 de julho de 2011
"Nada posso fazer: parece que há em mim um
 lado infantil que não cresce jamais" – Clarice Lispector



Diria que é um dos livros infantis mais lindos que já li. Digo isso, porque é interessante ver a fórmula que a Cornélia Funke adotou para sua criação. Como quase sempre numa história, muitos fatos ruins que aconteceram são ditos, mas nada exatamente ruim acontece durante a história.



Diferente de uma história infanto-juvenil, nenhum personagem é realmente mau ou algum personagem morre em cena. Mas a história é perfeita, como num conto de fadas.


Meggie é filha de um médico de livros que esconde dois grandes segredos dela. O primeiro é como sua mãe, Tereza, desapareceu, e o segundo é que ele é um Língua Encantada – como diriam os personagens que ele consegue dar vida ao tirar das páginas com sua simples leitura em voz alta. 


Há muito tempo atrás, Língua encantada, ou Mortimer, leu um livro para Meggie e, sem saber de seus poderes, retirou dele alguns personagens malvados que resolveram fazer do planeta Terra sua moradia e aterrorizar a sociedade. O livro chamava-se Coração de Tinta. Ah, e também retirou o triste e covarde Dedo Empoeirado, o domador de fogo. O segredo de Tereza, porém, ainda fica no ar. Agora Mortimer, Dedo Empoeirado e Meggie, precisam encontrar outro livro para poder desvendar o mistério e trazer a mãe da menina de volta.




3 comentários:

  1. Michel Filipe disse...:

    Eu tenho essa trilogia! Além da história, que é perfeita, a filosofia de Funke a respeito de livros é muito bonita. Há citações de trechos de outros autores que te dão vontade de procurar por todos os livros falados em coração de tinta.

    Uma história bem feita com final inesperado. Indico esse livro sem medo algum.

  1. Anônimo disse...:

    O livro é lindo!
    como você disse, em cada capitulo, outro livro é citado, você acaba morrendo de vontade de ler outros livros.
    Ainda não li a trilogia inteira, to me remoendo para ler!!!!

    Bjs da gisela!!

  1. Isie Fernandes disse...:

    Gisa, eu amei a resenha! Estou com muita vontade de ler o livro. Me empresta? =P

Postar um comentário

A sua participação é muito importante. Comente!