[Crônica] Eu me lembro

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Olá, pessoal. Estava fuçando minhas coisas e encontrei um texto que escrevi  em 13 de agosto de 2012, o qual seria postado no dia do meu aniversário, 29 de outubro. Mas como as coisas sempre mudam, e eu gosto bastante dessa imprevisibilidade, resolvi postá-lo hoje. Confiram mais uma das minhas reflexões acerca do tempo.

_______________________________________________

Eu me lembro


Sou uma pessoa reconhecida pela boa memória. Me lembro de quando tinha dois anos e esperava meu irmão, de cinco, chegar da escola no final da tarde para podermos brincar. Também me lembro de fazermos meu velotrol de carrinho de sorvete - o que enlouquecia a nossa mãe - e de saltarmos de toda e qualquer parte elevada da casa, fingindo ter a força do Popeye. Me lembro do dia em que pus perfume em meu bolo de aniversário, o que rendeu boas palmadas em meu bumbum, e do dia em que, com o auxílio da mamãe, catei e cozinhei meu primeiro feijão verde, aos cinco anos - sim, é desde pequena  que eu tenho aptidão para a cozinha. E logo minhas sopas, doces e bolos, aos onze anos, se tornaram uma tradição familiar. Mas não é só disso que me lembro...

Meus passarinhos conversavam comigo todas as manhãs, meus cachorros dormiam na minha cama, minhas galinhas tomavam banho e eram penduradas no portão, meus ratinhos twister nadavam nos baldes com água morna e todos os meus gatos tinham o pelo aparado. Mas eram os cadernos, repletos de histórias, que revelavam o quanto minha imaginação era fértil. E eu fui estudar num bairro distante, fazer cursos em bibliotecas, pular muros de hotel tentando conseguir autógrafos dos jogadores da seleção brasileira de futebol, viajar com o grupo de teatro e sofrer com as terríveis crises de síndrome do pânico e depressão. 

Jasmim... Eu adorava o perfume do jasmim!

Tantas coisas se passaram desde então: boas, ruins, surpreendentes, impactantes... É interessante como me lembro de tudo, e mais interessante ainda como essas lembranças tão vivas e recentes podem parecer tão remotas agora. Eu era criança, devaneava muito acerca do futuro. Como foi que cada um daqueles instantes evaporou, assim, de uma hora para a outra? Tenho a impressão de que apenas pisquei os olhos demoradamente, e o tempo, implacável, voou.

_________________________________
PS. O avançar do tempo realmente não me entristece, pelo contrário, a cada ano, graças a Deus, a minha vida só tem melhorado. Mas é fato que gosto de refletir sobre ele. Tudo passa tão rápido... Que possamos aproveitá-lo da melhor maneira possível. 


26 comentários:

  1. Elder Ferreira disse...:

    De repente assim, você já era mulher.

    Muito bom o texto, Isie.

    O tempo passa rápido e às vezes a gente nem aproveita as horas passando. Mas ficar pensando no passado também não muda o fato de que ele já aconteceu. O presente é que agora merece atenção.

    Abraços.

  1. Isie, que crônica linda! Carregada de nostalgia, devo dizer. Ler isso me fez lembrar de muitas coisas de anos atrás... coisas que não voltam, mas que estarão sempre em minha boa memória. (:

    Lindo! E você escreve muito bem. Adorei!

    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br

  1. Raquel Machado disse...:

    Oi flor,
    Parei para ler o seu texto e adorei mesmo muito legal e realmente nos faz refletir como quando eramos crianças as coisas pareciam tão simples ne...e que eu ando com problemas no trabalho, em casa e ai a gente ve que as coisas voam mesmo...mas sabe que o bom e mesmo aproveitar cada momento porque não importa como ele não volta essa e a unica certeza que temos.
    Bjsss
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa

  1. Sora Seishin disse...:

    Oi Isie!
    Amei seu texto! Muita coisa muda, mas eu não tenho vontade de voltar a ser criança. Agora me sinto mais livre para fazer o que quero...

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

  1. O Profeta disse...:

    Inventei a ironia numa toada de vento
    Roubei as asas a uma gaivota azul
    Colei-lhes um poema cheio de penas
    E enviei-o para uma tonta do sul

    Inventei um mar numa bola de sabão
    Roubei uma corda forte e boa
    Atei um rol de mágoa à mesma
    E afoguei-as nas águas de uma lagoa

    Bom fim de semana


    Doce beijo

  1. Luana - LL disse...:

    Isie, a crônica esta linda, o tempo passa rápido né? não que seja uma coisa ruim, mas é bom lembrar de como a gente imaginava o futuro e ele é tão diferente agora (:

    beijos, Lu
    Lendo ao Luar

  1. Suzana disse...:

    Adorei a crônica, eu também costumo refletir muito a cerca do passado, e não sei se é por causa da minha idade, mas eu sinto mt saudade dele às vezes... Espero um dia assim como você refletir nele sem me entristecer ...

  1. The Lazy Girls disse...:

    Oie...
    Adorei a crônica...
    um dia ainda vou escrever uma crônica minha =)
    meus parabéns atrasado rsrs
    amei,amei,amei...
    Obg pela visita lá no blog!
    Tem resenha nova lá se vc quiser ir lá e deixar um coment...
    -fallen In Me
    Bjão

  1. Book Teen disse...:

    É tão bom relembrar os bons tempos de criança.

  1. Viviane Alves disse...:

    Realmente o tempo voa, temos q aproveitar cada segundo dele
    Bjs e uma ótima semana
    Vivi
    http://www.viviass.blogspot.com.br/

  1. Oie
    adorei a crônica, vc escreve tão bem.
    Infelizmente eu não tenho a memória tão boa assim rs não me lembro de praticamente nada da minha infância,nem do que aprontava, mas bateu uma nostalgia ao ler seu texto...vontade de arquivar tudo, escrever sobre tudo o que o meu filho faz, para que no futuro ele tmb se lembre.
    Bjos

  1. Shizu disse...:

    muito bom o texto, parabéns ♥

    http://himi-tsu.blogspot.com.br

  1. Raiana Alves disse...:

    Muito linda essa crônica! Também gosto de refletir sobre o tempo e lembrar dos tempos de infância que não voltam mais...
    Beijos flor :*
    Raiana - Território Pop

  1. Angela Graziela disse...:

    Muito lindo e bacana
    E as vezes dá vontade de voltar mesmo
    Mas temos que seguir em frente e conquistar outras coisas

    Beijos
    @pocketlibro
    http://www.pocketlibro.blogspot.com.br

  1. Adorei o texto. Não acho que minha memória seja tão boa, mas lendo seu texto me lembrei das coisas que fazia com meus irmãos quando era pequena. Lembrei de algumas brincadeiras estranhas, e de como eu tentava "pescar" meu labrador preto com um pedaço de pão pendurado por uma linha em um cabo de vassoura... kkkkkkkkkkkkkkkkk

    Beijão, Isie :)

  1. Júh Britto ♥ disse...:

    Oi Dai
    Eu também gosto de refletir sobre meu tempo sobre detalhes e as coisas boas que passei isso não é saudosismo nem nada é uma forma querida de lembrar tudo de bom que tenhamos feito

    bjos e ótimo dia

    http://jhdocemel.blogspot.com/

  1. Niki disse...:

    Oi, Isie. Adorei seu texto. Acabei pensando um pouco nas minhas lembranças a partir dele. É sempre bom relembrar os momentos importantes da nossa vida, mesmo que eles não voltem mais (justamente por isso eles são especiais!).
    Beijos.

  1. Olá Isie, Bela crônica, também adoro refletir sobre essas coisas, estava com saudades dos seus textos *-*

    beijos!

    Jéssica - Strawberry de livros e filmes

  1. Lembranças é tudo o que nós somos e mesmo boas ou ruins são parte de nós.

    http://enfimshakespeare.blogspot.com.br/

  1. Heitor Lima disse...:

    Nossa, quanta lembrança descrita em tão poucas linhas! >.< Eu só tenho lembranças mais claras da minha infância de cinco anos pra frente.
    É verdade, devemos procurar aproveitar ao máximo o nosso tempo, da melhor maneira possível. Vai e não volta mais. É óbvio, mas a gente esquece. :x
    Até mais ;*

  1. Amanda Tôrres disse...:

    Voce escreve muito bem :) Eu adoro blogs que postam seus próprios contos esaas coisas, é bom pra fazer a própria imaginação fluir mais. ( o que a minha anda precisando). Realmente, o tempo passa muuuito rápido. Eu acho que ficar triste em relação a isso não adianta em nada né, por tanto a sua forma de pensar é muito boa. É bom refletir sobre isso tudo que já passou, memso porque assim, talvez a gente tire algum proveito e aprenda a não errar denovo . É claro que vou te seguir, bjs
    naquelemomentoeujuro.blogspot.com

  1. Shizu disse...:

    Amei a cronica :)
    bela escrita

    http://himi-tsu.blogspot.com.br/

  1. Luara Cardoso disse...:

    E de repente você já é adulta e cheia de responsabilidades. Te entendo, Isie.
    Ficou interessantíssima a crônica. :)

    Um beijo,
    Luara - @luuara
    http://www.estantevertical.com/

  1. Realmente o tempo passa tão rápido. As vezes tenho vontade de voltar no tempo para viver a minha infância novamente, um garoto comum, brincalhão, sem nenhum responsabilidade! Pena que não é possível né?
    Gostei bastante da crônica Isie, continue assim.

    David - Leitor Compulsivo

  1. Vanessa disse...:

    Olá :)
    Adorei a crônica, muito boa. O tempo passa mesmo voando .-.

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing

  1. Louise Mello disse...:

    Olá,Isie.
    Muito bonito o texto e devo concordar ;)
    Beijo
    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

Postar um comentário

A sua participação é muito importante. Comente!