[Resenha] Belo Desastre

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Finalmente resolvo escrever a resenha de Belo Desastre. Sabe quando você lê um livro uma, duas, três vezes, e mesmo assim não faz ideia do que dizer sobre ele? Assim estou. Mas vamos em frente, pois hoje eu darei um jeito de expressar tudo que senti ao ler a história da Abby.

______________________________________

Belo Desastre

Título original: Beautiful Disaster
Autora: Jamie McGuire
Tradução: Ana Death Duarte
Editora: Verus
Gênero: New Adult Romance
Ano: 2012
Páginas: 389


Sinopse

Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade.

Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa – e deseja – evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade.

Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento dele pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura. E é então que eles se envolvem em uma relação intensa e conturbada, que pode acabar levando-os à loucura.

Resenha

Abby Abernathy é uma garota certinha de dezoito anos que saiu de sua cidade Wichita, no Kansas, para estudar bem longe, na faculdade Eastern. Certo dia, ela decide ir com America, sua melhor amiga, e o namorado dela, Shepley, a uma luta clandestina num dos porões da faculdade e lá termina conhecendo ninguém menos que Travis "Cachorro Louco" Maddox. Ele faz o tipo bad boy, destemido, bonito e todo tatuado, e é famoso por já ter ficado com quase todas as garotas da faculdade. 

"Um pesado par de botas parou diante de mim, desviando minha atenção para o chão. Meus olhos foram se voltando para cima: jeans manchado de sangue, músculos abdominais bem definidos, um peito tatuado ensopado de suor e, finalmente, um par de cálidos olhos castanhos." (pag. 12)

Quando descobre que Abby é a melhor amiga da namorada de seu primo e colega de apartamento, Travis simplesmente resolve conquistá-la. O problema é que Abby é certinha demais para se deixar enlaçar por alguém tão cafajeste, e ele promete que não vai tentar ter nada com ela além de amizade. O combinado parece dar certo por um tempo, mas então, minutos antes de uma luta, Travis lhe propõe uma aposta: se ele perder, fica trinta dias sem sexo; se ela perder, passa trinta dias no apartamento dele. A partir desse ponto, os limites do relacionamento deles ficam cada vez mais tênues.

"Não discuti, simplesmente me virei e descansei a cabeça no travesseiro, enfiando as cobertas atrás de mim a fim de criar uma barreira clara entre o corpo dele e o meu.
- Boa noite, Beija-Flor - ele sussurrou no meu ouvido.
Eu podia sentir seu hálito de menta na minha face, o que fez cada centímetro do meu corpo arrepiar. Ainda bem que estava muito escuro e ele não pôde ver minha reação embaraçosa, ou o rubor que tomou conta do meu rosto em seguida." (pag. 47)

Confesso que essa é uma das resenhas mais complicadas que já escrevi. Não pelo livro, que é maravilhoso, mas por minha incapacidade de expressar todas as emoções e sensações que ele me proporcionou. Narrado pela Abby, Belo Desastre, apesar dos clichês, é uma história romântica, complexa e totalmente viciante. A linguagem é simples e a narração é tão fluida que a gente começa a ler e tem a impressão de que só vai conseguir parar quando chegar à frase final. Os personagens foram muito bem construídos e o fato de a narração ter sido feita em primeira pessoa não comprometeu na caracterização de nenhum deles. Captamos as características físicas e psicológicas de todos, até mesmo dos menos influentes na história, como o pai e os irmãos de Travis.

Ainda falando sobre os personagens, America é o tipo de amiga que qualquer garota gostaria de ter, e Shepley, apesar de meio inseguro e um tanto atrapalhado, é um cara bem-humorado, romântico e super legal. Mas o que interessa mesmo nessa história - e os garotos que estiverem lendo a resenha não se aborreçam comigo - é falar sobre o Travis Maddox. Ele é lindo, forte e complicado, muito complicado! Para falar a verdade, fiquei encantada com a complexidade que a Jamie McGuire conseguiu dar a ele. 

"- Eu posso me cuidar sozinho, Abby.
- Desculpa, eu...
- Não quero que você peça desculpas. Não quero que você faça nada - ele retrucou, se afastando bruscamente da mesa e saindo como um raio pela porta." (pag. 68)

Como nem tudo são flores, algumas coisas na história me incomodaram. Mesmo não gostando do fato de o personagem mais perfeito do livro ser um verdadeiro cafajeste - ao menos na primeira parte da história - e fumar tanto quanto uma chaminé, eu queria que ele mantivesse o temperamento intrépido até o fim. A história do pai da Abby também não caiu muito na minha graça, apesar de considerá-la importante para embasar as atitudes dela. E, por mais que eu ame livros longos, senti uma rachadura no meio da história, como se o livro tivesse um objetivo, uma problemática central, e de repente ele mudasse. Não estou dizendo que isso foi ruim ou que o ritmo caiu, pelo contrário, foi muito bom e o ritmo se manteve acelerado e empolgante, apenas fiquei imaginando por que a autora não o dividiu em duas partes ou explorou um pouco mais a ambas e transformou Belo Desastre em dois volumes. 

A diagramação do livro é simples, mas tem alguns detalhes legais, como a leve mudança de fonte nas frases iniciais dos capítulos. O bom espaçamento e as páginas amareladas dão conforto à leitura. A capa, aparentemente, é uma incógnita. Passei quase o livro inteiro tentando imaginar o que significava aquela borboleta presa num pote, visto que Travis chama Abby de Beija-Flor, mas há uma explicação bem plausível, e eu até gostaria que o evento motivador da capa fosse um pouco mais explorado pela autora.

Apesar das pequenas observações que fiz, Belo Desastre foi um dos melhores livros que li no ano passado. A leitura foi tão empolgante que eu o reli duas semanas após a primeira vez, e a história me pareceu tão encantadora quanto se eu nunca o tivesse lido. Estou relendo Belo Desastre novamente e posso dizer que a Jamie McGuire foi brilhante. Ela escreveu um romance envolvente, apaixonante e genuíno que em breve será adaptado para o cinema. E não para por aí, a autora lançará um segundo livro, Walking Disaster, que contará a mesma história, agora, narrada pelo Travis. Mal posso esperar por tudo isso! 

"Ele ergueu meu queixo para que eu o encarasse.
- Eu sei que você merece alguém melhor do que eu. Você acha que eu não sei disso? Mas se existe alguma mulher feita para mim... essa mulher é você." (pag. 189)

Como não poderia ser diferente, recomendo a leitura desse livro que entrou para o rol dos meus favoritos a todos que gostam de um bom New Adult (YA com cenas de sexo?) - atenção para este fato, menores de dezoito anos! 


23 comentários:

  1. Flavia disse...:

    Ai meu deus..... como não ficar desesperada pra ler esse livro?
    Ja vi gente falando que não é tudo isso, mas oi? Eram homens insensiveis! ahahahaha
    Adorei a resenha!!!

    http://mademoisellelovebooks.blogspot.com.br/2013/03/novo-selo-parceiro-quinta-essencia.html

  1. Sarah Rodrigues disse...:

    Eu preciso ler esse livro já vi tantas resenhas tanto positivas tanto negativas estou curiosa!
    Céu de Letras

  1. Ni Portela disse...:

    O negócio é: TODO MUNDO AMA ESSE LIVRO! Ele parece ser aquele tipo de YA completamente envolvente <3 preciso, preciso, preciso ler! Alguém me da de presente, por favor! HAHAHAHA
    Beijão!
    Ni, Ninhada Literária

  1. Vinícius Costa disse...:

    Estou ansioso pelo livro, mas não pretendo lê-lo agora! Há centenas de outras obras na frente!! rs
    Beijos,
    Vinícius - Livros & Rabiscos

  1. Leandro de Lira disse...:

    Oi Isie!
    Ah, eu também curti muito a leitura de "Belo Desastre". Concordo que é uma leitura romântica e viciante.
    E nossa, você já releu várias vezes! O.O
    Enfim, parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

  1. Li esse livro no mês passado emprestado de uma amiga e não esperava muito coisa, mas quando conheci o Travis... Uauuuuuuu! Me apaixonei. Sei que muita gente torce o nariz para o livro achando que a Abby é submissa, sem noção e qualquer outra coisa que a faça inferior. Mas acredito que essas opiniões contrárias não notaram uma coisa: o amor obsessivo vem de ambas as partes.
    E é justamente por essa caracterização que a autora dá a ambos os personagens que eu gostei do livro. Dizer que Abby se submete ao amor de Travis, é o mesmo que dizer que apenas Darcy possuía orgulho e preconceito dentro de si e Elizabeth não (quem já leu a obra com a atenção sabe muito que Austen explorou essas facetas em ambos).
    Por isso digo e repito: não adianta ler um livro com a mente fechada, tem que ter em mente que naquelas páginas podem ter qualquer coisa, inclusive um amor obsessivo e compulsivo, que poderia ser destrutivo se não fosse a brilhante desenvoltura que a autora dá ao livro.

    Beijos!

    Isabelle
    --
    http://www.blogmundodoslivros.com/

  1. Luara Cardoso disse...:

    Oi Isie!
    Esse livro realmente é complicado de se resenhar. Eu fiquei um tempão pensando no que ia falar e ainda acho que não consegui colocar tudo o que queria. :(
    Ah Travis, você me mata. <3

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

  1. Paloma Viricio disse...:

    Não sei muito bem o que achar do livro, mas parece interessante. Pelo que li você curtiu bastante, isso me deixou curiosa...sempre vejo ótimas dicas por aqui. Acho que vale a pena ler.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

  1. Alana Homrich disse...:

    Também tive dificuldade em me expressar ao escrever a minha resenha de Belo Desastre. É um livro realmente viciante e sensacional, né? Desperta vários tipos de sentimentos bem distintos e, obviamente, entrou pra minha lista de favoritos. Superrecomendo a leitura para todos, hehe.

    Ah, acabei de conhecer o seu blog! Gostei bastante daqui e espero voltar sempre.
    Beijinhos,
    alanahomrich.blogspot.com.br

  1. Preciso desse livro, adorei a resenha, os trechos que mencionou, a história, tudo... E agora preciso ler, urgente, ainda mais depois de saber que você o leu todas essas vezes.

    Obrigada pela dica :)


    Beijão

    Camila- Ninho de Fogo

  1. Suzana disse...:

    Não imaginava que era um livro tão legal *o* Quero ler agora!!!


    help-adolecentro.blogspot.com.br/

  1. Ta ai um livro que eu quero muito ler! Sua resenha esta ótima.
    Um beijo.
    http://livrodagarota.blogspot.com.br/

  1. Cah disse...:

    Fiquei curiosa viu?? Vou ver se encontro por aqui.

    Obrigada por seguir linda. Jura? Não vou demorar para aparecer com tendinite também viu? rsrs

    beijos, Ca
    www.rosachamakeup.com

  1. Raquel Machado disse...:

    Oi flor,
    Eu li Belo Desastre e adorei amei a historia de Abby e Travis e não vejo a hora de ver a versãoc ontada por ele e ainda mais como vai ser o filme esse tenho que ir ver no cinema com certeza. Te convido hj para ir la no blog e votar no historias do povo.
    Bjsss
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com/

  1. Sofia disse...:

    Oi Isie!

    Sinceramente, nunca li o livro, assim como não irei lê-lo, mas realmente não me parece um livro bom. De qualquer forma, não posso julgar.

    Beijooos!

  1. Niki disse...:

    Oi, Isie. Já li várias resenhas sobre esse livro, mas ainda não o li. Fico cada vez mais curiosa sobre ele, porque parece ser uma ótima história. Vou adicionar à minha lista e tentar encaixar entre as leituras da faculdade, que já começaram... Adorei a resenha e ela só contribuiu para que eu ficasse com mais vontade de ler Belo Desastre.
    Beijos,
    Niki.
    http://www.meigaemalefica.blogspot.com.br

  1. RUDYNALVA disse...:

    Isie!
    Nossa! Que super resenha, ficou bem detalhada e deu para perceber que o livro é muito bom.
    Desde o ano passado tenho vontade de ler esse livro, mas infelizmente ainda não tive oportunidade.

    Agradeço a visita feita ao blog e espero que volte sempre.

    Desejo uma semana mais que abençoada e com muitas realizações!

    Blogueiras Unidas 1275!

    Luz , paz e amor no coração!
    Cheirinhos
    Rudy
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

  1. Angela Graziela disse...:

    Já li muitas resenhas boas sobre esse livro
    Mas ainda não tive oportunidade de ler
    Fiquei bem curiosa com sua resenha

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

  1. Carlos Filho disse...:

    A capa do livro já é bem sugestiva. hehe
    Queria ter tempo de poder pegar um livro destes, numa tarde chuvosa, e ler até os olhos tremerem.
    bela resenha Isie!
    http://www.neuronio.blog.br/

  1. Aeeeeeee, mais uma fã para o grupo, haha! O livro é perfeito, foi o melhor livro que li ano passado. Estou ansiosa pela continuação do livro.
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

  1. Isie,minha queridona, a resenha foi tão boa que li o livro. kkkk
    Até já fiz resenha também.
    Novamente, obrigada pela dica...

    Beijão :)

  1. Marco Antonio disse...:

    Bom dia Isie,

    Apesar da sua ótima resenha e das excelente resenhei que li,confesso que esse livro não faz o meu estilo de leitura....abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

  1. Lorena Rocco disse...:

    ADORO esse livro! Travis, seu lindo!
    Quanto as cenas de sexo, acho até meio bobinho. Comparado a outros títulos... enfim, também recomendo :)

    Beijo!

Postar um comentário

A sua participação é muito importante. Comente!