[Resenha] O céu é de verdade

domingo, 12 de agosto de 2012

Desejando, sinceramente, que a internet aqui de casa ajude - motivo pelo qual ando meio sumida da net esses dias, peço desculpas -, trago para vocês a resenha de um livro que me empolgou bastante. Mas eu não vou falar muito para não terminar entregando o ouro antes da hora. No final de tudo, coloquei dois vídeos relacionados à resenha e ao livro, bem como o Prólogo e o Primeiro Capítulo de O Céu é de Verdade. Confiram!

____________________________________

O céu é de verdade


Título: O céu é de verdade
Título original: Heavens is for real
Autores: Todd Burpo e Lynn Vincent
Tradutora: Maria Lucia Godde
Editora: Thomas Nelson Brasil
Gênero: Romance cristão
Páginas: 200 


Sinopse

O céu é de verdade conta a história real de Colton, um menino que, aos quatro anos, quando passava por uma cirurgia de emergência, viveu uma experiência inusitada: seu espírito foi transportado ao céu, onde viu coisas extraordinárias, inclusive o trono do próprio Deus. O garoto também assistiu aos procedimentos médicos e viu o pai orando na sala de espera. No primeiro momento, a família agiu com incredulidade diante do relato, mas logo as evidências de que o menino falava a verdade se tornaram claras - Colton conheceu a irmã que fora abortada, segredo guardado a sete chaves pela família.

Narradas por seu pai, mas frequentemente nas palavras do próprio Colton, as experiências relatadas em O Céu é de verdade revelam a realidade e a esperança do Paraíso e do Criador.

Resenha


Depois de alguns meses de muitas lutas financeiras e problemas de saúde - inclusive o grave estado de Colton, seu filho mais novo -, o pastor Todd Burpo decide fazer uma viagem com a esposa e seus dois filhos, a fim de visitar o cunhado e seu filho recém-nascido. Passando próximo ao hospital em que Colton, de apenas quatro anos, ficara internado após sofrer sérias complicações pelo rompimento do apêndice, em tom de brincadeira, Todd pergunta ao menino se ele gostaria de retornar ao hospital. Colton responde "não, não me mande para lá" e começa a dizer coisas estranhas como "foi lá que os anjos cantaram para mim". A partir desse momento, e com muita cautela para não colocar palavras nos lábios do menino, Todd e sua esposa, Sonja, passam a sondar as lembranças do filho sobre o período em que esteve no hospital. Para a surpresa e espanto de ambos, Colton começa a lhes contar, livre e espontaneamente, detalhes de sua experiência de ida, estada e volta do céu.

O céu é de verdade é uma história real, narrada em primeira pessoa, por Todd, tempo passado. O ritmo da narrativa é muito bom! Leve, divertido, cativante, emocionante... Os capítulos pequenos nos dão vontade de avançar cada vez mais na leitura e a história é tão empolgante que, se estivermos com tempo livre, somos capazes de ler o livro inteiro de uma só vez. O fato de Todd ter relacionado cada "revelação" de Colton acerca da experiência no céu com trechos bíblicos nos dá certa segurança quanto às informações, de modo que em nenhuma parte do livro temos a sensação de fraude.

O pequeno Colton é, claramente, uma criança linda, feliz e muito sincera; o tipo de menino sério, que aprendeu cedo a dizer o que sente e pensa. Assim, ele usa sua experiência, apenas quatro meses após o acontecimento, para perguntar se as pessoas estão salvas e confortar quem está prestes a partir desta vida. Também de modo espontâneo e verdadeiro, ele conta sobre a irmãzinha que cresceu no céu e ainda não tem nome; sobre os "marcadores" que Jesus tem nas mãos e nos pés; sobre o bisavô paterno, Pop, que morrera vinte e quatro anos antes de seu nascimento e não se parecia com a imagem da última fotografia tirada em vida, mas com uma antiga, em preto e branco, tirada quando ele tinha vinte e nove anos; sobre o trono de Deus e profecias apocalípticas, com descrições claras contidas na Bíblia, que não são ensinadas a crianças em idade pré-escolar - aliás, apenas adultos e seminaristas costumam fazer tais estudos. 


Para concluir, gostaria de falar um pouco sobre a figura da face de Jesus. A pedido do pai, Colton analisava todas as pinturas existentes do rosto de Jesus, mas nenhuma delas, aos seus olhos, estava correta. A resposta do menino era sempre "a barba não está certa", "os olhos não estão certos"... Três anos depois do primeiro relato de Colton acerca do céu, Todd e Sonja contaram seu testemunho como pais da criança que foi ao céu e retornou. Após alguns dias, Todd recebeu uma carta falando sobre outra criança, Akiane Kramarik, que é pintora autodidata e afirma criar a partir de visões celestiais, as quais começou a ter a partir dos quatro anos de idade. Numa reportagem a CNN, Akiane fazia relatos semelhantes aos de Colton. Posto diante da imagem de Jesus Cristo, pintada por Akiane, Colton hesitou... Por fim, ele disse: "essa está certa".

O sucesso de O céu é de verdade é tão grande que, em novembro do ano passado, anunciaram sua adaptação para as telinhas. Enquanto o filme não sai, recomendo a leitura desse livro a todas as pessoas, inclusive, àquelas que não acreditam em Jesus Cristo, Deus e a existência do Céu. 



Extra

- Matéria sobre Colton Burpo e sua experiência



- Reportagem sobre Akiane Kramarik



- Prólogo e Primeiro Capítulo do livro




17 comentários:

  1. Olá Isie! A história desse livro parece ser comovente e emocionante,fiquei com muita vontade de ler o livro! Parabéns pela resenha,ficou ótima.
    beijos

    strawberrydelivrosefilmes.blogspot.com.br

  1. Luara Cardoso disse...:

    Isie! Que saudade de você! :)
    Eu já tinha ouvido falar desse livro, que relamente é MUITO lindo. Não sabia que ele ia ganhar uma adaptação, legal isso.
    Dica mais do que anotada.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

  1. R.S.Merces disse...:

    Não conhecia esse livro, mas gostei bastante da resenha só não sei se poderia dizer o mesmo de uma possível leitura do livro. Não é o meu tipo de leitura.

    Atenciosamente,
    R.S.Merces
    http://rsmerces.blogspot.com

  1. Jeniffer Yara disse...:

    Hey, nunca tinha ouvido falar dessa livro :/// Mas é claro que me interessei muito por ele, o fato do enredo ser real só me faz me interessar mais ainda! Quando li A cabana, a leitura me tocou muito com a estória dele, lendo esse livro, com certeza ele iria mexer e muito comigo ><

    Beijos
    Meu outro lado

  1. Angela Graziela disse...:

    Não conhecia esse livro
    Mas parece ser bastante interessante e lindo

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

  1. Luana disse...:

    Parece ser aquele relato de vida né? Fiquei muitoo curiosa para ler esse livro, apesar de ele não ser muito o meu estilo, talvez a minha mãe goste dele, ela adora esses livros assim!

    beijos
    Luana - Lendo ao Luar

  1. Niki disse...:

    Acho que já tinha ouvido falar nesse livro brevemente. Parece ser uma leitura curiosa, já que a criança está contado sua própria experiência. Não é um tipo de leitura que costumo fazer, mas se encontrá-lo por aqui vou dar uma olhadinha e matar a curiosidade.
    Beijos.

  1. Nunca tinha ouvido falar desse livro! Me interessei, adoro estórias assim! Deve ser bem emocionante ler esse livro.

    Beijos,
    http://chicklitobsession.blogspot.com.br/

  1. Flor, tem selinho para você lá no blog!

    Beijos,
    http://chicklitobsession.blogspot.com.br/

  1. Larissa disse...:

    Já havia assistido a resportagem sobre Akkiane apenas e achei tão legal que tem um livro. Agora quero lê-lo e assistir ao filme. Muito linda a história, imagina, conhecer Deus *u*


    http://pepperlipstick.blogspot.com.br/
    e
    http://vitaminadepimenta.blogspot.com.br/

  1. Milena disse...:

    Uau! Não sabia desse livro e a história me chamou bastante a atenção! Vou procurar aqui na minha cidade..

    Beijos, Milena.
    Livros na Cabeça

  1. Leandro de Lira disse...:

    Oi!
    Não me entusiasmei muito em ler esse livro. Não sei o motivo.
    Mas adorei a resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

  1. Raquel Machado disse...:

    Oi linda,
    Nossa ameiii sua resenha muito legal mesmo.Não conhecia o livro mas me pareceu beminteressante ainda mais por se tratar de um tema como esse assim do céu e a existencia do mesmo...fiquei curiosa quanto a figura de jesus e essa que tu posto que o meninno disse que estava correta???Bem legal mesmo e ainda legal que vão faezr um filme sobre o mesmo espero ler ou pelo menos assistir.
    Bjssss
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com/

  1. Heitor Lima disse...:

    Nossa, que livro! *-* É difícil imaginar que tudo isso seja uma história real. Não por ceticismo, mas porque é algo tão fantástico! Lê-lo deve ser realmente tarefa fácil e rápida diante de tanta maravilha. O filme PRECISA ficar lindo! >.< HEHE'
    Ótima ideia a sua de postar o prólogo.
    Até mais ;*

  1. Oie Isie
    não conhecia o livro, mas já li um livro de uma mulher que disse ter uma experiência tanto no céu, quanto no inferno. Não lembro o nome do livro agora, mas eu sou um pouco cética quanto a este assunto. Sua resenha ficou maravilhosa
    bjos

  1. Isie, esse livro parece ser muito interessante! Adoro leituras que tratam sobre esse tema... e ainda há a novidade da adaptação. Que demais! Vou pesquisar mais para quem sabe lê-lo futuramente. :) Adorei!

    Beijão. :*
    http://universoliterario.blogspot.com.br/

  1. Yanko Cardoso disse...:

    Destaco uma passagem que aparece ao final do livro “ipsis litteris”, em que o autor relata:
    “Muitos dos nossos amigos católicos perguntaram se Colton (a criança) viu Maria, a mãe de Jesus. A Resposta também é sim. Ele viu Maria ajoelhada perante o trono de Deus e noutras ocasiões, ao lado de Jesus. – Ela ainda o ama como uma mãe – disse Colton.”
    Independentemente de “bandeira” religiosa, e de alguns de nossos irmãos protestantes criticarem nossa veneração Mariana e argumentarem que “Maria é (foi) uma mulher comum”, a mãe de Jesus não é só mãe de nós católicos, mas de toda a humanidade, quer queiram ou não!

Postar um comentário

A sua participação é muito importante. Comente!